Ricardo Xavier - Recursos Humanos

Blog

Artigos

Crenças limitantes na carreira

por Juan O’Keeffe

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A carreira é feita de muitos desafios. Estes podem vir do mercado, do chefe, dos clientes, de capacitação ou de diversas outras fontes, mas o maior desafio para o seu progresso profissional, pode vir de você mesmo. Todos queremos crescer profissionalmente e, possivelmente, o seu crescimento tenha obstáculos psicológicos que você mesmo esteja colocando. São as chamadas crenças limitantes.

Crenças limitantes são pensamentos, ideias que limitam o nosso progresso. É quando psicologicamente reduzimos nosso potencial antes mesmo de dar uma chance para vencermos.

Por exemplo, vamos dizer que você tem uma crença limitante de que não é uma pessoa criativa. Automaticamente você está excluindo a possibilidade de sucesso em qualquer atividade que exija criatividade. Mesmo em coisas que provavelmente você conseguiria fazer bem. Simplesmente desiste antes mesmo de começar. É um pensamento cômodo pois você está dizendo a si mesmo que as coisas são assim, nada vai mudar e, portanto, não vai fazer nada. O problema é o quanto você perde com isso. São oportunidades inexploradas e conquistas viáveis deixadas para trás.

Na carreira, existem muitas crenças limitantes que devemos ter cuidado para que não atrapalhem o nosso crescimento.

Crença limitante: Não consigo um emprego sem experiência e não consigo experiência sem um emprego.
Reformulando: Posso criar minha própria experiência.

Se você ficar parado nessa crença, possivelmente fique parado por muito tempo. Experiência não necessariamente significa ter um contrato de emprego. Você pode criar experiência no seu currículo de outras formas, como por exemplo, fazendo trabalhos voluntários não remunerados. Pode trabalhar numa ONG ou pode ajudar um professor em algum projeto extra-classe por exemplo. Pode se oferecer para fazer um estágio não remunerado na firma de alguém que você conheça, como um amigo ou alguém da família. Pode até mesmo ir trabalhando num projeto pessoal enquanto o emprego não chega. Por exemplo, digamos que você esteja buscando um emprego como desenvolvedor de software mas não está conseguindo porque não tem experiência na área. Você pode bolar um projeto de software simples e desenvolvê-lo por conta própria. Então, colocá-lo no seu currículo como uma experiência e até mesmo mostrá-lo para o entrevistador. O importante é perceber que você pode criar a sua própria experiência.

Crença limitante: O mercado está terrível, então é melhor eu me dar por satisfeito onde estou.
Reformulando: Existem pessoas crescendo na carreira. Também posso ser uma.

Existe uma verdade ao dizer que o mercado está difícil e, certamente, ter um emprego já e motivo de gratidão. Mas daí a deixar que isso seja um limitador para o seu crescimento profissional é bem diferente. Embora o mercado esteja difícil, continua contratando muito. A toda hora surgem novas vagas nas empresas. Vagas como a sua e até melhores que a sua. Pense porque não pode ser você uma das pessoas que irá conquistar uma oportunidade melhor dado que tantas outras conquistam.

Perceber quais são as crenças que você está tendo em relação a sua carreira e que estão limitando o seu desenvolvimento é peça chave no caminho do crescimento profissional. Quando mal resolvidas podem deixá-lo paralisado, causando uma inércia que pode estar custando o seu progresso. Claro, não quer dizer que tudo é possível, mas quer dizer que não precisamos criar limites onde eles não existem. Procurar identificar quais são as suas e reformulá-las pode ser o caminho para liberar uma nova fase de conquistas.

Sobre o autor

Juan O’Keeffe é empreendedor e escreve sobre desenvolvimento pessoal no blog Evolução Pessoal. Atuou por muitos anos no mercado corporativo em funções de analista e gerente de projetos de software em empresas Fortune 500.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta